Atelier Escrita Criativa

Criação de texto científico

Data: 03/10/2015 (sábado)
Horário: das 8h45 às 15h45
Carga horária: 7 horas
Período de matrícula: até 1º/10/2015
Investimento: R$499 (matrículas em dupla: desconto de 50% na segunda matrícula. Válido até o preenchimento das vagas para a promoção ou até 1º/10/2015).
Neste treinamento são utilizadas diversas técnicas de produção, planejamento, paráfrase e reescrita para estimular a criação de diferentes gêneros de textos científicos (artigo original, artigo de revisão, TCC, monografia, relatório, dissertação, tese etc.).

Fique ligado na Nova Ortografia!

Foi assinado em 1990, o Acordo Ortográfico que propõe a unificação das regras ortográficas e alfabeto dos oito países que têm o português como língua oficial. Em 1º de janeiro de 2009, o Acordo passaria a  vigorar em todos os países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), com prorrogação do período de transição para as novas regras ortográficas até 31 de dezembro de 2015. O novo Acordo foi adiado e entrará em vigor em todos os países a partir de 1º de janeiro de 2016 (caso não haja novo adiamento). O Acordo possibilita proximidade entre os países e padronização da língua escrita (a pronúncia das palavras não será afetada).



          

Como resumir, preparar paráfrases e citação indireta

Sabe-se a importância da leitura e entendimento para preparar resumos. Afora isso, são necessários outros recursos, conforme consta no Capítulo 4 do livro Redação científica moderna.
 Para tanto, são bem-vindos: 
· Concentração, leitura e releitura para que o pesquisador se familiarize com o texto.  
· Uso de instrumentos que auxiliem na interpretação e conhecimento do Tema de pesquisa.

            Para que seja realizado um resumo de qualidade, deve-se identificar as ideias principais presentes nos parágrafos e responsáveis por manter a estrutura e, posteriormente, as ideias secundárias.
Depois disso, o pesquisador pode procurar os pontos mais relevantes do texto analisado e eliminar ideias repetidas na fase de substituição de vocábulos.

Lembre-se: o resumo não é mera cópia de trechos relevantes do texto original, mas representa a capacidade de reproduzir com vocabulário próprio as ideias centrais do texto resumido, e manter-se fiel ao texto original.


No resumo, o pesquisador deve:
a) Utilizar a 3ª pessoa do singular;
b) Empregar a norma culta;
c) Manter os argumentos do texto original e a ordem de exposição das ideias.
          
Fonte: baseado no livro Redação científica moderna de Pedro Reiz, p. 48 a 53 e 92 a 100.